terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Em eleição histórica, Luís Álvaro põe fim à Era Teixeira

“Vocês não podem calcular o que esse coração alvinegro está sentindo nesse momento. Devo essa alegria a vocês. Vocês serão personagens da transformação que há de ocorrer. Há de ser um Santos FC democrático, que ouça o clamor da torcida”,essas foram as primeiras palavras de Luís Álvaro como Presidente do Santos Futebol Clube em uma eleição histórica aonde derrotou o Sr Feudal, Sr. Marcelo Teixeira.

Depois de nove anos, o Santos tem um novo presidente. Neste sábado, o sociólogo Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro venceu as eleições do clube e substitui Marcelo Teixeira no comando do clube alvinegro. O pleito, aliás, foi marcado por muita confusão envolvendo simpatizantes de situação e oposição.

Durante a apuração, enquanto ainda vencia Teixeira por uma boa vantagem, Ribeiro já prometia uma revolução no clube. "Nós vamos fazer uma varredura no Santos", disse o agora presidente santista.

Também durante a apuração, Teixeira reconheceu a desvantagem no número de votos em relação a Ribeiro e deixou as dependências do Santos antes mesmo de o processo ser concluído. A ação do agora ex-presidente, aliás, deve ser a mesma do técnico Vanderlei Luxemburgo, que prometeu deixar o Santos em caso de derrota da situação nas urnas.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Outra "vítima" do Carlos Braga?

George Lucas desfalca o Santos contra o Flamengo

O lateral-direito George Lucas adiou, mais uma vez, seu retorno à equipe santista. Em fase final de recuperação, o jogador voltou a sentir um incômodo na coxa direita e está fora da partida contra o Flamengo, sábado, às 18h30, no Maracanã.

De acordo com o médico do Santos, Carlos Braga, o lateral realizou uma ressonância magnética na quarta-feira à noite, mas nenhuma lesão foi detectada. Contudo, o jogador não vai mais se encontrar com a delegação santista no Rio de Janeiro, como estava programado inicialmente.

- Ele não vai viajar. O George Lucas ficará em Santos para fortalecer a musculatura da coxa - afirmou Braga, sem precisar quando o atleta estará à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Uma das melhores contratações da temporada, George Lucas se machucou na derrota por 3 a 1 para o Palmeiras, no dia 4 de outubro. De lá para cá, o treinador santista tem optado por improvisar o volante Pará no setor.

SANTOS.....

O Santos venceu o Mixto-MT por 11 a 0 nesta quinta-feira de noite, na Vila Belmiro, pela partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil feminina e avançou na competição. O duelo de ida, em Cuiabá, havia sido 12 a 0 para as santistas.

Camisa 10 Marta anotou três gols neste jogo e outros sete no duelo de ida.

Vai pra cima delas Santos !!!

Cabo eleitoral de quem?


O atacante Kléber Pereira ainda pensa em renovar com o Peixe para a temporada 2010. Mas avisou: só fica se Vanderlei Luxemburgo ficar. O técnico, por sua vez, só negocia a permanência se Marcelo Teixeira vencer.
"Estou esperando. Vamos conversar ainda. A gente conversa todos os dias e vai depender dele (Vanderlei Luxemburgo). Já conversei com ele a respeito disso", afirmou o atacante, em entrevista à Rádio Globo.No entanto, informações que chegam do Sul garantem que Luxemburgo desembarca em Porto Alegre no dia 4 de janeiro. O grupo Sondas estaria ajudando na negociação. Se vencer as eleições de dezembro, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro avisou que não pretende contar com o atacante para 2010. "Seu ciclo já se encerrou no Clube", acredita.

Conseguimos manter a décima terceira posição

O Santos não jogou mal, mas somente empatou com o Atlético/PR no início desta noite no Estádio Arena da Baixada- Curitiba em 1x1. Parece que o Peixe e os três pontos estão em processo de divorcio e no litigioso.
A equipe de Luxemburgo veio com uma novidade no ataque. Jean na vaga de Madson. O ex-atacante do Vasco perdeu um gol tão feito no início da partida que me pareceu que era um prenuncio de uma tragédia anunciada. O meio campo alvinegro se impôs e merecia ir para o intervalo com uma vitória parcial.
No segundo tempo, o “Bruxo” da Vila mexeu no time. Colocou Robson na vaga de Felipe Azevedo. Em uma triangulação entre o camisa 16 que havia acabado de entrar, Kleber Pereira e o “candidato a craque”- Paulo Henrique Ganso, o novo camisa 10 da Vila sofreu pênalti que Kleber Pereira cobrou com precisão e tornou-se o maior artilheiro do Santos na nova versão do Campeonato Brasileiro (de 1971 em diante) ultrapassando o Rei das Pedaladas – Robinho.
Mas como alegria de Santista tem durado pouco ultimamente, quatro minutos depois de largar na frente, após bela cobrança de escanteio efetuada pelo veterano Paulo Bayer, o zagueiro Bruno Costa marcou para o time da casa, após rebote de Felipe. Jogadores do Santos reclamaram de uma falta no goleiro alvinegro.
Quatorze minutos depois de entrar na partida, Robson deu uma entrada feia no ex-santista Rodrigo Tiuí e foi expulso direto. É a segunda vez que Robson leva cartão vermelho em território paranaense neste Brasileirão. Na outra partida em Cascavel, contra o Coritiba já havia acontecido o mesmo.
Kleber Pereira voltou de suspensão após a expulsão em Barueri e já levou o terceiro cartão amarelo. Ele e Robson não enfrentam o Flamengo no Rio de Janeiro. Em contato com uma emissora de televisão, que me pediu um boletim do Santos, soube que até o final da quarta-feira já haviam sido vendidos 35.000 ingressos para o jogo do próximo sábado no Maracanã. Sinônimo de casa cheia.
Apesar da qualidade técnica sofrível do time paranaense e do volume de jogo razoável do Santos, a vitória não veio mais uma vez. Foi à quarta partida seguida do Glorioso sem conhecer os três pontos. (Vitória 0x0, Barueri 0x0, São Paulo 3x4).
Nação Santista, é rezar para o campeonato acabar logo e arrumar a casa para o ano que vem. Lamento a declaração do meia-atacante Madson que teve a cara de pau (sem usar óleo de peroba) de afirmar na saída do gramado que “o time está numa crescente”. Sem comentários!

by Ademir Quintino

domingo, 25 de outubro de 2009

Nem a mística resolve...

A vontade de vencer aliada a gritante diferença técnica, construiram o resultado do clássico de hoje em pleno alçapão da Vila Belmiro.



O SANTOS começou melhor o jogo, apesar de ter apenas o menino André como atacante de ofício, conseguindo levar perigo à defesa rival com o Felipe Azevedo caindo pela direita.

E logo aos seis minutos, em escanteio cobrado por Mádson, Rodrigo Souto em um momento de esforço, conseguiu cabecear pra trás e achar André, que entre 3 zagueiros cabeceou e abriu o marcador na Vila Belmiro, fazendo seu segundo gol como profissional.

Hernanes empata aos 12

O SANTOS continua o ritmo dando a impressão que o gol estava por vir e veio, aos 26 minutos em outra cobrança de escanteio do mesmo Mádson, para o mesmo Rodrigo Souto no mesmo primeiro pau, o rival aceita, só que dessa vez Rodrigo Souto cabeceou lindamente para a meta do goleiro que estava completamente vendido no lance, que quando percebeu a burrada já viu a bola balançando sua rede.

E mais uma vez o SANTOS permite o empate, num escanteio a zaga alvinegra não corta e a bola sobra para o atacante adversário que chuta meio sem-jeito em cima de Felipe mas esse rebate pra dentro do gol.

Começa o segundo tempo totalmente diferente do primeiro, agora quem busca a iniciativa da partida é o time do São Paulo, com jogadas rápidas e toques de primeira envolvem a defesa do Peixe.

Dagoberto já não guardava mais posição, com Hernanes e Jorge Vágner ganhando todas no meio campo, exploravam as avenidas Pará e Triguinho.

Aos 14 minutos, Jorge Vágner desempata o jogo para o time da capital.

Aos 18 minutos, Luxemburgo faz duas alterações, entra Róbson no lugar de Mádson e Jean faz sua estréia com a camisa alvinegra no lugar de Felipe Azevedo.

Logo em seguida, aos 21 minutos, Triguinho (ele mesmo!!) faz boa jogada pela esquerda e cruza na medida para Róbson de cabeça empatar novamente a partida.

Enquanto a torcida peixeira ainda comemorava, Astorga cometia falta em Dagoberto e com a ajuda da barreira que se abriu toda,Rogerio Ceni desempatou novamente o jogo.

O Peixe foi para o tudo ou nada, e criou algumas boas oportunidades, com Róbson, Léo, que acabara de entrar no lugar de Triguinho.

A última emoção para os pouco mais de 8700 pagantes, foi a expulsão do goleiro São Paulino, que entrou de forma criminosa no atacante Jean, e como era o último "Homem"da defesa, teve sua sorte determinada.



Final na Vila Santos 3 x 4 Bambis

Sob nova moderação

Olá Nação Santista,

Peço desculpas pelo período de ausência, pois tive problemas com esse blog, ele ficou infestado de vírus (Provavelmente algum CUrintiano colocou...).

Estou voltando pra dividirmos alegrias, ( e tristezas) da nossa paixão chamada SANTOS FUTEBOL CLUBE !

Agora conto com a parceria do também fanático Santiago, grande irmão das arquibancadas e bastidores da Vila Belmiro.


Abraços e estamos juntos !!!


Vai pra cima deles SANTOS!!!!!!!!!!!!!!!!